onde nos leva a arte

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Hoje o mundo ficou bastante menos sábio.

Deixa-nos um dos maiores escritores do mundo, o maior contador de histórias em língua portuguesa. As palavras são parcas para tamanha gratidão, só quem ama bons livros pode entender o valor de um artista que escrevia como nós apenas conseguimos pensar.
Ficam os livros, um por um, que memórias são.

1 comentário:

vague disse...

Este homem era um ordinário. Foi o q sempre disse. Devias escolher melhor os teus músicos...

beijinhos no pescoço