onde nos leva a arte

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Segue o teu destino

Segue o teu destino,
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias.

A realidade
Sempre é mais ou menos
Do que nós queremos.
Só nós somos sempre
Iguais a nós-próprios.

Suave é viver só.
Grande e nobre é sempre
Viver simplesmente.
Deixa a dor nas aras
Como ex-voto aos deuses.

Vê de longe a vida.
Nunca a interrogues.
Ela nada pode
Dizer-te. A resposta
Está além dos deuses.

Mas serenamente
Imita o Olimpo
No teu coração.
Os deuses são deuses
Porque não se pensam.


Ricardo Reis


Num postal com um quadro de Pablo Picasso, este poema acompanhou o presente de aniversário que a Debby me ofereceu pelas minhas "22 Primaveras"

Hoje estas palavras ganharam outra dimensão.

Mais uma vez, minha querida Debby, obrigada por estares sempre perto...

2 comentários:

debbie harry disse...

Só agora li :)
adoro esse poema dele cantado pela Bethânia, diz tudo.
Continuaremos "a imitar o Olimpo" em todas as circunstâncias...:)
Um beijo*

Cadinho RoCo disse...

Poema assim é de tirar o fôlego da gente.
Cadinho RoCo