onde nos leva a arte

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Michael Jackson - 1958/2009


Goste-se ou não, aqui fica a lembrança.
___
"Billy Jean is not my lover
she's just a girl who says I am the one"
.

3 comentários:

vague disse...

...
por isso é q estava agora a passar uma breve reportag. na Ant 3 sobre ele.Aquele Thriller é fantástico.
q esteja em paz é o melhor q se pode desejar e sentir...

ameixa seca disse...

Soube ontem que o rei da Pop tinha sucumbido! Goste-se ou não, é de lamentar uma morte tão precoce!

Dylan disse...

Uma criança num corpo de um adulto. Era assim Michael Jackson. A sua candura contrastava com a atitude arrebatadora que exibia em palco, uma espécie de predestinado com um talento invulgar e que enfeitiçava todas as gerações. A educação rígida traçou-lhe o futuro mas sonegou-lhe a infância, enquanto o seu direito de viver recatado era ameaçado à medida que os holofotes da fama acompanhavam o seu crescimento. Pulverizou recordes de vendas mas também era o primeiro a dizer presente às causas humanitárias onde terá doado milhões de dólares. A sua timidez, e porque não dizer a sua extravagância, originavam todos os tipos de rumores, nunca provados.
Goste-se ou não do estilo, revolucionou o mundo do entretenimento artístico e musical impulsionando de vez o respeito e o reconhecimento pela cultura negra.

http://dylans.blogs.sapo.pt/